ESCOLHA SEU PAÍS / REGIÃO

Técnicos de intervenção primária

Considerações de segurança em chamadas de emergência de técnicos de intervenção primária

Os técnicos de intervenção primária são os primeiros a chegar a cenários de emergência e podem deparar-se com situações desafiantes e perigosas. Os mesmos abrangem geralmente profissionais que trabalham em serviços de combate a incêndios e salvamento, serviços de emergência médica e autoridades policiais.

Estima-se que os custos económicos das lesões em bombeiros nos EUA variem entre 1,6 mil milhões e 5,9 mil milhões de dólares por ano(1), indicando a necessidade de implementar esforços de redução de riscos para evitar perda de produtividade e uma diminuição da qualidade de vida. Os técnicos de intervenção primária exigem e merecem a melhor proteção possível disponível para se sentirem confiantes ao preparar-se para responder a cada chamada.

Identifique perigos e reduza os acidentes de trabalho com uma avaliação AnsellGUARDIAN® gratuita.

CONTACTAR UM REPRESENTANTE >

PERIGOS DA INDÚSTRIA

Os riscos e ameaças entre os técnicos de intervenção primária variam consideravelmente e exigem avaliações de risco adequadas, protocolos essenciais de segurança, programas de formação e a utilização dos equipamentos de proteção individual (EPI) adequados para evitar lesões. Num estudo da associação nacional norte-americana de proteção contra incêndios (NFPA, National Fire Protection Association) de 2018, os bombeiros tinham sido sujeitos a mais de 47 000 exposições a materiais perigosos, como amianto, produtos químicos e fumos com risco de doenças crónicas(2). Outros riscos associados ao trabalho de técnicos de intervenção primária, como cortes, furos ou até mesmo abrasão da pele por um objeto aguçado (agulhas, lâminas de barbear ou vidro partido), podem ocorrer ao revistar as roupas de um detido, investigar uma cena de crime ou responder a um acidente de viação. Uma lesão provocada por corte aumenta o risco de infeções por agentes patogénicos transmitidos pelo sangue, que são especialmente comuns para serviços de emergência médica ao fornecer cuidados médicos de emergência pré-hospitalares. Um cenário potencialmente fatal para todos os técnicos de intervenção primária é um evento perigoso que envolva agentes de guerra químicos.

Soluções da Ansell

Quer seja sob a forma gasosa, líquida ou sólida, os produtos químicos variam em termos de forma e concentração. Num acidente químico, podem acontecer diferentes emergências, como fugas (em terra ou água), incêndio ou mesmo explosão, expondo as pessoas e o ambiente a riscos perigosos. Os técnicos de intervenção primária têm de usar proteção adequada das mãos e do corpo para estarem preparados para o pior. Além disso, devem ser implementados equipamentos e rotinas adequados para uma descontaminação eficaz e segura após uma contaminação por produtos químicos. A carteira de proteção contra produtos químicos líder da indústria da Ansell inclui soluções com níveis variáveis de resistência a ácidos, produtos químicos orgânicos e inorgânicos e agentes biológicos.

Na eventualidade de um acidente com materiais perigosos, os técnicos de intervenção primária podem deparar-se com uma variedade de produtos químicos, incluindo agentes de guerra química e perigos biológicos. Um termo comum utilizado para descrever as ameaças decorrentes de agentes químicos, biológicos, radiológicos e nucleares é “QBRN”. Isto também inclui químicos industriais tóxicos (QIT). Os agentes de guerra química contaminam de diferentes formas, como através do contacto com a pele (gás mostarda) ou da pele/por inalação (VX). Exemplos de agentes biológicos de guerra são a varíola (vírus) e o antraz (bactéria). Estes perigos requerem equipas de resposta a materiais perigosos bem treinadas e preparadas com a escolha correta de EPI.

Durante emergências de salvamento, são muitas vezes realizadas operações em ambientes de alto risco, nos quais as mãos podem ser facilmente expostas ao risco de impactos por compressão e preensão. Deve ser obtida uma proteção eficaz das articulações, dos dedos e dos polegares, mantendo simultaneamente a máxima durabilidade, destreza e conforto. Quando as luvas oferecem conforto e proteção superiores, são usadas, em vez de serem retiradas, durante a execução de operações críticas, resultando num risco reduzido de lesões. O Ringers® Impact Protection System da Ansell, concebido com borracha termoplástica, protege os trabalhadores contra o risco de impacto, proporcionando simultaneamente um conforto e destreza superiores.

Os técnicos de intervenção primária são expostos a cortes provocados por objetos aguçados, incluindo lâminas de barbear, arestas aguçadas de aço ou vidros partidos. Estes podem facilmente ocorrer ao prestar assistência médica a vítimas de consumo de drogas, revistar as roupas de um detido, investigar uma cena de crime ou responder a um acidente de viação. Para reduzir o risco de cortes e doenças infeciosas, os EPI desempenham um papel importante, sendo possível obter uma proteção integral das mãos e dos braços ao conjugar as luvas e manguitos certos.

As luvas resistentes aos cortes da Ansell são fabricadas com tecnologias inovadoras para proporcionar uma excecional proteção contra cortes com características avançadas de destreza, aderência e conforto. A INTERCEPT™ Technology é um fio exclusivo resistente aos cortes que proporciona uma alternativa mais leve e mais confortável a fios de outras marcas. A ANSELL GRIP™ Technology consiste num tratamento de revestimento que minimiza a força necessária para segurar ferramentas ou materiais, melhorando a segurança e a produtividade.

As atividades de inspeção e reparação de camiões de combate a incêndios, ambulâncias ou outros veículos de emergência numa base programada utilizando ferramentas e equipamentos podem expor as mãos ao risco de abrasão e arranhões. Além disso, aplicações mecânicas repetidas em ambientes secos/oleosos, como a reparação de equipamentos não operacionais, podem exigir uma aderência segura e conforto. Mesmo para operações de manutenção geral de baixo risco num quartel de bombeiros, é possível obter um elevado conforto e ajuste sem comprometer a proteção.

Os técnicos de intervenção primária, as autoridades policiais e outras profissões relacionadas correm um grande risco de exposição acidental a drogas ao tratar vítimas de consumo de drogas, realizar investigações ou participar em operações táticas. A exposição pode ocorrer através de inalação, de ingestão, das mucosas, de absorção pela pele ou de punção por uma agulha. As drogas, ilícitas ou legais, variam em termos de forma e efeitos e podem prejudicar drasticamente a saúde. Os técnicos de intervenção primária arriscam-se a lesões graves se não estiverem devidamente protegidos.

Os técnicos de intervenção primária são expostos a uma tensão física e emocional muito elevada. Ao trabalhar durante períodos prolongados de tempo, podem ocorrer fatores de risco para lesões musculoesqueléticas através de atividades que exijam repetição ou a utilização de ferramentas oscilantes com uma preensão desconfortável. Podem trabalhar com temperaturas elevadas, em espaços confinados ou em áreas com fraca visibilidade. A Ansell propõe soluções ergonómicas de EPI para um ambiente de trabalho mais seguro sem comprometer o conforto. Foi comprovado que as luvas concebidas com a ERGOFORM™ Ergonomic Design Technology exclusiva da Ansell minimizam eficazmente o desconforto causado por movimentos prolongados e repetitivos das mãos, permitindo que os trabalhadores trabalhem com confiança e conforto durante mais tempo.

A importância de estar preparado para incidentes perigosos ou pandémicos nunca foi tão relevante como agora. Com uma maior sensibilização para a segurança dos técnicos de intervenção primária e a prevenção da propagação de infeções virais, o uso de EPI adequados beneficia todas as avaliações de risco e permite que as situações perigosas sejam abordadas com confiança e paz de espírito.

Como resultado da COVID-19, os locais de trabalho têm de considerar a necessidade de proteger contra a propagação de doenças e infeções virais. A Ansell oferece uma vasta gama de soluções que cumprem as orientações da Organização Mundial de Saúde no que diz respeito à prevenção e controlo de infeções. De modo a tomar uma decisão informada, os responsáveis de compras e utilizadores de produtos devem manter-se a par das informações mais recentes e mais completas relativamente aos EPI adequados para proteção contra a COVID-19 e outros vírus nos seus ambientes e aplicações específicos.

Ferramentas e recursos

Filme relativo à gama de fatos estanques ao gás AlphaTec®: argumentos únicos de venda

Saiba mais sobre os argumentos únicos de venda da gama de fatos estanques ao gás AlphaTec®. Para assistir ao filme, clique em “Ver agora”.
VER AGORA

Vídeo F3 Technology™ by Ringers Gloves

Desenvolvida com F3 Technology™, a série de luvas para técnicos de intervenção primária da Ringers foi concebida para oferecer o equilíbrio ideal entre ajuste, forma e função, para que os técnicos de intervenção primária possam atuar em segurança durante uma crise. Concebidas para durar, as nossas luvas duradouras e resistentes à abrasão podem ser a última linha de defesa dos técnicos de intervenção primária durante emergências de salvamento.
VER AGORA

(1) “The Economics of Firefighter Injuries in the United States” (A economia de lesões em bombeiros nos Estados Unidos), NIST Technical Note 2078, NIST (National Institute of Standards and Technology, instituto nacional norte-americano de normas e tecnologia), U.S. Department of Commerce (Departamento de Comércio dos Estados Unidos), dez. 2019 https://www.govinfo.gov/content/pkg/GOVPUB-C13-b8dbdb94136ba36aad8a6192de01aedf/pdf/GOVPUB-C13-b8dbdb94136ba36aad8a6192de01aedf.pdf (páginas 25 e 30)

(2) https://www.nfpa.org/-/media/Files/News-and-Research/Fire-statistics-and-reports/Emergency-responders/osffinjuries.pdf (página 1)